quinta-feira, 14 de maio de 2020

Arrisquemos ser autores na profissão que escolhemos

António Nunes e Daniel Lousada 
[LER EM PDF >>>]

Subitamente, de uma “escola em crise”, passámos a uma “escola em suporte básico de vida” (…) ! Face ao risco de colapso das suas funções vitais, vimo-nos obrigados a ligá-la, literalmente, às máquinas. (...)  Passada a crise, teremos capacidade de evitar, que a educação caia na relação Cliente/Prestador de serviços, há muito desejada pelos construtores de plataformas digitais, a quem a escola, num estado de necessidade, escancarou as portas?

Sem comentários:

Publicar um comentário